Especial 20 anos de Harry Potter e a Pedra Filosofal

Há 20 anos foi lançado o primeiro livro do bruxo mais famoso do mundo: Harry Potter.

Harry Potter e a Pedra Filosofal (no original: Harry Potter and the Philosopher’s Stone), foi escrito pela britânica J.K Rowling.

Originou toda uma franquia de sucesso tanto no cinema, quanto nos videogames, influenciando uma cultura de maneira jamais vista antes.

Capa da primeira edição Britânica.

Reinventando o gênero infanto-juvenil, o livro despertou o gosto pela leitura em muitos jovens, que buscavam em cada página, viver em um mundo cheio de aventuras e magias.

O fenômeno logo se estendeu para o mundo dos videogames, sendo lançado para diversas plataformas. Isso trouxe uma nova perspectiva sobre o mundo de Harry Potter, cheio de detalhes nos cenários, com uma maior variedade de feitiços e um enredo empolgante.

Vamos falar um pouco sobre um dos primeiros jogos do jovem bruxo, lançado em 2001, aproveitando o lançamento do primeiro filme.

Primeiro jogo da franquia Harry Potter

O jogo Harry Potter e a Pedra Filosofal, distribuído pela EA Games, foi lançado para  GameBoy Color em 2001. O enredo do jogo segue os eventos da Pedra Filosofal, sendo uma excelente adaptação. Extremamente fiel ao livro, possui jogabilidade semelhante a de um RPG: batalhas em turno, explorar dungeons, aumento de nível do personagem conforme o desenrolar do jogo, desbloqueando novas missões e feitiços.

Capa do jogo Harry Potter para Gameboy Color em 2001.
Capa do jogo para Gameboy Color em 2001.

Contém diversos mini-games divertidos, como colecionar todas as 101 cartas dos Sapos de Chocolate, com informações dos bruxos e bruxas mais famosos da história. Alguns são extremamente difíceis, como o clube de duelos e exploração dos terrenos de Hogwarts, para descobrir seus segredos ocultos.

As missões são bastante variadas. No jogo você controla o jovem Harry Potter para completar desde a sua lista de materiais do ano letivo, até caçar itens em lugares famosos dos livros e dos filmes. Também enfrentará monstros, cavaleiros, bruxos e claro, missões bem complexas. Além disso, também assistirá aulas como as de Poções, Feitiços, Transfiguração e não perderá a oportunidade de disputar uma partida de Quadribol.

 Gráficos

Salão Comunal de Hogwarts no jogo.
Salão Comunal de Hogwarts no jogo.

O jogo tem gráficos simples, sendo muito cartunesco na caracterização dos personagens, mas, ao mesmo tempo, extremamente fiel ao livro. Outro ponto a destacar é a construção dos cenários, que trazem uma nova visão sobre o mundo mágico em cada um de seus detalhes.

Considerações

Além de trazer uma nostalgia em cada fase, o jogo nos oferece horas de puro entretenimento. Lembramos que há 20 anos descobrimos essa história criada por uma mulher que enfrentou recusa de 12 editoras antes de publicá-la.

Também lembramos de cada fã, que acompanhou a jornada de Harry até o fim. Daqueles que compareceram nos lançamentos de cada filme e livro da saga. Pensamos em como um simples livro pôde mudar a vida de tantas pessoas em campanhas de caridade. Como criou tantos novos laços de amizades. E até mesmo em como nos trouxe a felicidade nos momentos difíceis, e…

Chegando à simples conclusão que realmente a magia existe em nossas vidas;

Obrigado J.K Rowling.

 

Revisado por: Romário Sergio

Henrique Serrão

Desenvolvedor, Desenhista e Escritor nas horas vagas! Apaixonado por literatura, quadrinhos, mangás, animações e cinema clássico.Ouvinte do Chamado de Cthulhu e Futuro Soberano da Latvéria!!