A Campus Party Brasil 2019 está bombando, e ontem (13/02) aconteceu o 2º dia de evento.

Foram diversas palestras, atividades, games e workshops acontecendo ao mesmo tempo e infelizmente não estou conseguindo acompanhar tudo, pois é humanamente impossível.

Mas estou aqui, escrevendo para vocês uma versão resumida do que tenho visto no decorrer do evento e o que mais tem chamando atenção do pessoal nas redes sociais.

Aliás,se você quiser acompanhar em tempo real o que estou presenciando aqui no evento, é só seguir o Twitter do Zeta, ja que estou publicando fotos e vídeo o tempo inteiro.

1º Fórum Brasileiro de Empreendedorismo Social e Periférico

Ocorreu ontem a abertura do 1º Fórum Brasileiro de Empreendedorismo Social e Periférico, criado com a proposta de promover o compartilhamento, debate e construção de ideias que tratam os desafios do desenvolvimento social nas periferias.

O Fórum foi apresentado por Francesco Farruggia e Raphael Callou e terá iniciativas de sucesso que acontecem no Brasil e no mundo, a partir de cinco grandes pilares: Empreendedorismo Popular, Potenciais Periféricos, Tecnologias de Impacto e Inclusão Social e Diversidade.

O Fim da Poker Face e IA…

Poppy Crum, uma das neurocientistas mais renomadas do mundo e professora de Stanford, tem em seu currículo diversos projetos e também palestras em eventos importantes pelo mundo, como o TED.

Nesta Campus Party ela esteve presente para contar um pouco do seu trabalho que está sendo realizado com Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquina através de sinais comportamentais e corporais, como por exemplo voz e olhar.

Em sua palestra, abordou temas importantes como o que está acontecendo em diversos países com os reconhecimentos faciais, e no que isso pode ajudar ou prejudicar a nossa convivência como seres humanos.

A Campus Party Brasil 2019 está bombando e ontem (13/02) aconteceu o 2º dia de evento. São diversas palestras, atividades, games e workshops acontecendo ao mesmo tempo que infelizmente não estou conseguindo acompanhar tudo.

MCI Group inicia procura por estagiários!

A responsável pelo anúncio foi Bárbara Duran, diretora de RH do MCI Group, momentos antes de iniciar uma de suas palestras sobre desenvolvimento pessoal.

Em seus 31 anos de mercado, o MCI está presente em mais de 30 países e possuí cerca de 2500 colaboradores pelo mundo. A empresa organiza os principais eventos corporativos do país e atualmente é a responsável pela organização da Campus Party.

Eles oferecem duas vagas de estágio para as áreas de Tecnologia e Marketing e os interessados podem se inscrever até está sexta-feira.

Realizada a seleção, é feito contato via telefone para saber mais sobre as suas experiências,e logo após farão entrevistas presenciais com gerentes e diretores, durante a própria Campus Party.

Os aprovados serão anunciados neste sábado dia 16/02, então se quer participar é só acessar ao link: bit.ly/talentoscampus .

Olhar de Bia

Com 6 anos de idade, Bia Martins fez o seu primeiro ato de caridade e hoje com 19, é fundadora da uma ONG que vem atuando a 12 anos e ajudando milhares de pessoas pelo país.

Na sua apresentação, ela contou um pouco da sua história, e sobre o funcionamento da Olhar de Bia ,seus pilares, projetos e como estão atuando pelo país.

Me identifico muito com a história dela, pois já fui organizador de um projeto social e continuo sendo voluntario em diversas outras ações (como o próprio Ctrl Zeta), e entendo o quanto podemos contribuir para um mundo melhor.

Indico a todos que quiserem conhecer mais o trabalho e as ações promovidas por ela, com mais profundidade. E como pudemos conversar, talvez surjam novidades em breve envolvendo o assunto da solidariedade.

A Campus Party Brasil 2019 está bombando e ontem (13/02) aconteceu o 2º dia de evento. São diversas palestras, atividades, games e workshops acontecendo ao mesmo tempo que infelizmente não estou conseguindo acompanhar tudo.

O Fim do 2º dia de Campus Party

Para fechar o dia com chave de ouro, eu e o Luigi estávamos voltando para casa quando pegamos o trem no sentido contrário do que deveríamos… mas e ai, o que fizemos para voltar?

Você pode pensar: “É só descer na próxima estação e está tudo ok!”

Mas infelizmente aqui em São Paulo algumas estações não possuem acesso para a plataforma que segue sentido contrário, então tivemos que pagar de novo para pegar outro metrô. Por isso, tivemos que descer 3 ou 4 estações a frente e voltar para o caminho certo.

Só depois de duas horas eu cheguei em casa, cansado e com sono. Mas acordei cedinho e estou aqui novamente, para contar para vocês tudo o que está acontecendo nesta edição.

Gostou do que viu até agora? Então corre e vem para a Open Campus, onde o acesso é gratuito e funciona até as 16h de sábado.

Revisado por: Ana Carolina

About The Author

Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Faculdade de Tecnologia de Carapicuíba

Related Posts