Olá sobreviventes de Raccoon City! Temos que falar sobre Resident Evil 3

Resident-Evil-3-Raccoon-City

Precisamos conversar sobre o que a Capcom fez com Resident Evil 3. Talvez você não concorde com tudo o que eu vá dizer sobre o que eu achei do game, mas tente entender o ponto de vista de uma pessoa que jogou esse jogo quando era jovem. E esperava desse Remake algo grandioso.

Como começar??

É difícil, vamos como Jack, o Estripador, e fazer isso por partes. Em primeiro momento a gente começa o jogo em primeira pessoa com a Jill, tendo o primeiro ponto de vista dela diferente, pois no decorrer do game a Jill é controlada em 3ª pessoa.

O jogo começou com uma dinâmica legal e tals com uma pequena pista do que está acontecendo, antes da gente de fato, iniciar o game. Depois que acordamos de um pesadelo, um pesadelo seguinte começa. E quando a gente inicia o jogo, para quem é saudosista como eu, o que veio adiante foi algo que desanimou nossas expectativas sobre algo que esperamos a mais de 20 anos.

Não vou por a culpa toda na Capcom, talvez em algum momento de toda essa nostalgia “imposta” pelos fãs do game de 1999, nós tropeçamos.

Por exemplo: a nossa idolatria pelo Nemesis (Vilões que Amamos odiar) foi um ponto FORTE, da Capcom ter transformado o Residente Evil em um SURVIVE AGAINST NEMEIS. Esse era o nome que eu daria se alguém me pedir para definir o RE3 Remake. Mas não veja isso como algo legal, pois não é. É até que bem chato a forma como as lutas contra o mestre foram colocadas no game. Enfim, toda a nossa idolatria em falar do re3 e citar que o nêmesis era fod* pra caralh*, que ele era o melhor vilão de todos, transformou o Remake nisso que a gente jogou.

Resident Evil 3: Nemesis do Playstation 1 (FOTO: Divulgação)
Resident Evil 3: Nemesis do Playstation 1 (FOTO: Divulgação)

ALGUMAS IMPRESSÕES

Em comparação com o original, o remake é um jogo sem muita história envolvente, mas com melhores diálogos, e sem um vilão legal, pois toda a perseguição do nêmesis no game se tornou um “padrão”.

Exemplo: Nemesis aparece em uma situação onde você quase completou uma missão, lutamos contra ele, entre uma esquiva e outra, a gente abate o chefão, ele fica aproximadamente 40 segundos nos chão, tempo que você usa para completar de vez a missão, aparece uma cena (não jogável), Jill Valentine fala alguns palavrões daí e/ou aparece o Carlos pra ajudar ou ela da um jeito de explodir algo para acreditar (por um tempo), que o Nemesis morreu de vez. Ou seja, UMA MESMICE! Não temos mais aquele pânico de estar pegando itens no mapa e do nada ouvir o nêmesis chegando, e a gente entrando em pânico sobre “Lutar ou Fugir” no atual é tudo muito previsível.

Jill Valentine (FOTO: Divulgação)
Jill Valentine (FOTO: Divulgação)

PONTOS POSITIVOS:

Resident Evil 3 funciona na base do RE2 Remake, então talvez esse seja um ponto forte para a jogabilidade do game; a adição de esquiva da personagem principal é um ponto bacana que deve ser lembrado e o gráfico está lindo! Então se alguém reclamar do RE3 pelo gráfico, não faz sentido.

PONTOS NEGATIVOS:

Tempo curto de campanha: eu joguei a campanha em 5 horas, e isso porque procurei itens no mapa, explorava tudo antes de seguir em frente. Falta puzzle, se comparar com o original, o Remake não tem tanto quebra-cabeça. Aliás, acho que não tem nenhum, o que tem não são quebra-cabeças, são ligações entre as coisas que precisamos fazer para seguir a história do jogo. Faltam alguns inimigos que tinham no game de 1999, um dos mais notáveis talvez sejam as aranhas, no atual, não tem. Falta uma parte do mapa que tinha no resident 3 original, o Reccoon Park, o Posto de Gasolina e a Torre do Relógio. Talvez com a adição desses ambientes no mapa o jogo não ficaria tão curto, tendo mais lugares para explorar, e com esses cenários, mais inimigos?! Não tem mais finais alternativos como o original.

Concluindo: se você nunca jogou o jogo original de 1999 e curte os jogos Resident Evil, O RE3 Remake é um bom jogo; tem bastante ação e uma historinha bacana. Então se você não for saudosista e gosta de ação, jogue o game você não vai se arrepender. Agora se você for das antigas e ficou 20 anos esperando um remake, e esperava algo majestoso como o original era, o jogo não é para você. Falta muita coisa! Não representa de verdade o que o Resident Evil 3 costumava ser. Ou seja, foi uma verdadeira decepção ver que a Capcom transformou resident evil 3 na sua fonte de dinheiro.

Comprar Resident Evil 3

Revisado por Ana Carolina

Leave a Reply

Your email address will not be published.