A Apple vem lutando contra a justiça Americana desde Dezembro 2015, especificamente contra o FBIem uma disputa judicial que pode ser considerada a mais difícil dentro do governo americano em toda a história.

Assim como qualquer outra disputa judicial o processo não é simples e fácil, pois está em jogo muito mais que apenas algumas informações dentro de um smartphone, mas também a privacidade pessoal e a segurança nacional.

Sobre o caso Apple

Em Dezembro de 2015, um terrorista chamado Syed Rizwan Farook e sua esposa Tashfeen Malik mataram 14 pessoas e deixaram 22 feridas quando atiraram em todos os colegas de trabalho na cidade de San Bernardino, Califórnia.

Desde então a polícia federal americana FBI pediu para que a Apple desativa-se um recurso de eliminação de dados, que apaga todos os dados do Iphone após 10 tentativas sem sucesso de desbloqueio da senha de 4 dígitos. O FBI deseja também executar um software que possa percorrer as combinações possíveis para desbloqueio do Iphone do atirador.

E agora?

É de se esperar que organizações dos governos responsáveis pela segurança em qualquer país fiquem preocupadas com o bem total da população, mas e o direito dos cidadãos de manter seus dados pessoais em locais seguros?

O alto comissário dos direitos humanos nas Nações Unidas ONU, Zeid Ra’ad Al Hussein, alertou:

“Uma Caixa de Pandora será aberta se a Apple cooperar com o FBI no desbloqueio do iPhone”.

Atualmente todos nós temos um grau de dependência em relação as grandes tecnologias. Já andou sem o seu celular e percebeu o quanto é frustrante verificar a toda hora se ele está no seu bolso e acabar lembrando que não saiu com ele neste dia?

Podemos até concordar que a lei deve ser cumprida, para o bem estar da nação, mas é importante ressaltar que a criptografia e o anonimato são necessários para a liberdade de expressão e ao direito a privacidade.

Apple

“Toda essa informação precisa ser protegida de hackers e criminosos que querem acessá-la, roubá-la e usá-la sem nosso conhecimento ou permissão. Os clientes esperam que a Apple e outras companhias de tecnologia façam tudo em seu poder para proteger suas informações pessoais, e na Apple nós estamos profundamente comprometidos a salvaguardar os dados deles”, disse o CEO Tim Cook.

Esta semana  famosas empresas de tecnologia lançaram seu apoio a Apple em relação a briga jurídica com FBI, dentre elas estão Google, Microsoft e o Twitter e várias outras empresas.

Qual a sua opinião sobre este caso? Está a favor ou contra a Apple ? Deixe aqui seus comentários.

Sobre quem escreve

Carlos Eduardo, 23 anos,técnico em Gestão Empresarial, estudante de Sistemas para Internet - FATEC-Carapicuíba, gosta de se aventurar no mundo do Design e um apaixonado por cinema, jogos e poker.

Posts Relacionados

Deixar uma resposta

Seu email não será publicado