Olá, amigos do Zeta!

Com o sucesso de Vingadores Ultimato, consegui reunir mais algumas informações sobre a Depressão, depois de ter visto o Thor nessa situação.

É importante falarmos sobre o Thor antes de todo esse assunto em Vingadores Ultimato.

Ouvi muita gente falar mal do personagem em que ele se transformou, no final da saga. Mas não pararam para analisar quais foram as razões para ele estar daquele jeitão debochado. Vamos aos fatos: Thor sempre foi um super-herói não acostumado a perder, sempre cheio de si mesmo, e a sua força descomunal é de quem ele é. Perder nunca foi uma opção, nunca nem passou pela sua cabeça. Sempre com muita confiança em si mesmo e em todo o seu poder, já havia em um dos filmes se intitulado como o VINGADOR MAIS FORTE. “Isso é o melhor que pode fazer?”, questionou ULTRON na batalha de Sokóvia.

Primeiro, perdeu a mãe, depois, o relacionamento, os companheiros de guerra e metade de seu povo (Hela começou o trabalho e Thanos terminou); perdeu Asgard, perdeu seu pai Odin e o seu melhor amigo Heimdall, depois, o irmão Loki e, no fim de Guerra Infinita, perdeu para Thanos. Numa cena com Rocket (Guardiões da Galáxia) ele chega a dizer: “O que mais eu poderia perder? Derrotado, culpou-se por não ter mirado na cabeça, deixou-se levar pela vingança e estava com prazer em ver Thanos sofrer. Perdeu a guerra. Sentiu-se fracassado!

Vingadores Ultimato

Thor, em Vingadores Ultimato

No começo do último filme da saga, Thor está totalmente solitário e quieto, atormentado. Ele é visto nitidamente tremendo de raiva e angústia na cena em que os Vingadores vão ao Jardim encontrar Thanos para desfazer o que ele tinha feito. Mas descobrem que Thanos já havia destruído as Joias do Infinito. Quando o vilão começa a falar, Thor arranca a cabeça dele e afirma para si mesmo: “Eu mirei na cabeça”. Não pensou duas vezes. Ele foi o primeiro a sair da cabana, sem falar com ninguém. Porém, a morte de Thanos não lhe trouxe nenhum conforto e não tirou as suas dúvidas: matá-lo aliviou a sua culpa, mas não lhe fez sentir melhor.

Avançando cinco anos, Thor está em Nova Asgard, e Hulk e Rocket o procuram para pedir ajuda. Achamos que vamos encontrá-lo deprimido e triste, mas… Surpresa! Aparentemente, ele está sorrindo, jogando videogame e se deleitando com Korg e Miek. Contudo, na verdade, é só aparência. Não sai de casa e virou alcóolatra para lidar com a depressão. Um rosto sorridente que nega que exista algum tipo de problema. Para mim, um dos piores jeitos de lidar com a depressão, porque não mostra sinais do que realmente está acontecendo. Thor virou um sinal dessa doença!

Como ajudar?

As pessoas que sofrem desse mal dificilmente recebem algum tipo de ajuda, porque não são notadas como depressivas. Todos vêem um rosto sorridente, e não chorando; não acreditam que a doença esteja presente.

O Thor é esse retrato: as pessoas se cobram excessivamente. Os fracassos ficam em nossas cabeças e não sabemos lidar com eles.

Esse personagem sempre foi meu herói favorito e continua sendo, pela mensagem enviada nas entrelinhas deste filme.

Pense nisso, e comece a vê-lo com outros olhos.

Fique atento aos sinais de depressão das pessoas que estão à sua volta, que vivem no seu universo. Procure saber se elas precisam de ajuda.

Pode não existir sinal algum dessa doença, que mata tanto quanto o câncer.

Abraços,

Neco Ribeiro

Sobre quem escreve

Colunista

Neco Ribeiro é Coach formado pela ACI – Academia de Coaching Integrativo, chancelado pela ALUBRAT – Associação Luso Brasileira de Transpessoal. Coordenador e Professor de Coaching no IBRESP – Instituto Brasileiro de estudos e Pesquisa. Professor Universitário na Pós-UNG – Universidade de Guarulhos, professor no Sindicato dos bancários do ABC. Autor do livro “Ser Positivo“, colunista no site Zeta e Palestrante em diversas áreas. Já atendeu mais de 300 clientes em processos de Coaching e obteve resultados surpreendentes. Autor do Projeto “Curar sua vida é mais simples do que você Pensa!” – Com aceitação de estudos dos Modelos mentais!

Posts Relacionados

Deixar uma resposta

Seu email não será publicado