Gamers Club: a maior plataforma de CS:GO do Brasil

O crescimento do e-Sports no Brasil se deve à criação de algumas empresas e também de pessoas que contribuem para a evolução dos jogos.

E uma dessas empresas é a Gamers Club, uma das maiores plataformas de CS:GO do mundo.O crescimento do e-Sports no Brasil se deve a criação de algumas empresas e também de pessoas que contribuem para a evolução dos jogos. E uma dessas empresas é a Gamers Club, uma das maiores plataformas de CS:GO do mundo.

Entre 30 de Janeiro e 04 de Fevereiro ocorreu a Campus Party e quem esteve presente no evento foi Yuri ‘Fly’ Uchiyama, CEO e um dos fundadores da Gamers Club, junto com Gabriel ‘FalleN’ e Juliano ‘Memelo’.

Yuri esteve contando como tiveram a ideia de criar a plataforma e como ela está ajudando no crescimento do Counter Strike no Brasil – e também no mundo.

Fundada em 2015, a Gamers Club em pouco tempo se tornou a maior empresa de desenvolvimento da comunidade de e-Sports no país.

Segundo Yuri, hoje, a plataforma conta com 600 mil jogadores, e a meta para o fim de 2018 é de chegar a mais de 1 milhão de usuários e se expandir para outros países da América Latina.

Gamers Club conta com diversas ligas e premiações das mais variadas, mas o mais incrível é que eles estão dando foco para a chegada do público feminino ao jogo, criando uma liga especial só para elas.

Qualquer um pode jogar na Gamers Club?

Sim, qualquer pessoa que deseja jogar CS:GO pode se cadastrar na plataforma e jogar por lá (lembrando que deve ter o jogo instalado na Steam).

Você que quer jogar ainda pode chamar seus amigos e montar o seu próprio time para disputar as ligas (e quem sabe você não consiga bons lugares no ranking?).

Hoje, o público do jogo e também da plataforma é tão competitivo que times de outros países – como Argentina e Chile – estão se mudando para o Brasil para treinarem e jogarem por aqui.

É possível se tornar um jogador profissional de CS:GO?

Diferentemente de League of Legends, que já possuí uma grande estrutura organizada por sua desenvolvedora e grandes marcas patrocinadoras, o Counter-Strike: Global Offensive não possui nada do tipo com a Valve, que é a desenvolvedora do jogo.

Mas sim, é possível se tornar um jogador profissional (dentro das possibilidades existentes hoje em dia). Muitos jovens conseguem se manter financeiramente somente do jogo, mas o desafio é enorme.

O crescimento do e-Sports no Brasil se deve a criação de algumas empresas e também de pessoas que contribuem para a evolução dos jogos. E uma dessas empresas é a Gamers Club, uma das maiores plataformas de CS:GO do mundo.

Entretanto, somente aqueles jogadores que estão disputando a Liga Pró conseguem gerar boas receitas e se manterem, mas ainda precisam ir atrás de patrocínios para os seus times.

Atualmente, bons e competitivos times estão sendo montados, tanto masculinos como femininos, e aos poucos as grandes empresas estão chegando nesse mercado para investir neles.

 E ai, vai querer jogar? Estamos montando o Team Zeta, vem fazer parte e jogar conosco!

 

Revisado por: Romário Sergio

Caio Lourenço

Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Faculdade de Tecnologia de Carapicuíba