Influenciadores Digitais: Até que ponto podem influenciar as pessoas?

Você já parou para pensar na quantidade de coisas que você compra ou deixa de comprar por influência de alguém da web? Hoje vou falar sobre os famosos influenciadores digitais.

Esse ano estive presente em dois grandes eventos: Campus Party e Brasil Game Show, e fiquei impressionado com a reação das pessoas ao verem seu youtuber ou gamer na sua frente.

Foi então que resolvi estudar um pouco mais sobre o assunto dos famosos influenciadores digitais e venho compartilhar um pouco disso com vocês.

Tipos de Influenciadores Digitais

"Você já parou para pensar na quantidade de coisas que você compra ou deixa de comprar por influência de alguém da web? Hoje vou falar sobre os famosos influenciadores digitais.

1. Top Celebridade

Possuem uma grande ressonância e alcance, porém sua relevância é baixa. São chamados de Top Celebridades por falarem sobre vários assuntos, agradando pessoas com gostos diferentes.

Whindersson Nunes é um exemplo, o youtuber que conta com milhões de inscritos em seu canal do YouTube, já foi garoto propaganda de marcas como Oi, Tele Sena e Bob’s.

Mesmo assim não é o mais indicado para gerar conversão de vendas, já que sua audiência costuma ser genérica e não contribui tanto assim para a percepção de uma marca.

2. Fit Celebridade

Fit Celebridade é o sonho de consumo de toda empresa para propagandas. Isso porque este tipo de influenciador tem alcance, ressonância e relevância muito alto.

Geralmente o perfil desse influenciador é focado em um só segmento e os seus seguidores o seguem exatamente por isto.

Dependendo do tamanho da audiência desse influenciador, o valor de negociação para divulgação da marca pode ser muito além do esperado, já que o retorno será grande.

3. Autoridade

Esse influenciador tem uma baixa audiência, mas possui alta relevância. Ele pode ser especialista em determinado tema ou região, por isso é muito procurado por empresas que querem investir em determinado local.

Eles irão ajudar a empresa a trabalhar a percepção do público sobre a marca, convertendo esses usuários em uma escala menor, porém que se tornarão consumidores fiéis.

4. Ecossistema

Aqui não teremos um único influenciador, mas sim um conjunto de influenciadores em um mesmo local. Pode ser um site, blog , páginas com diversos administradores e por aí vai indo.Você já parou para pensar na quantidade de coisas que você compra ou deixa de comprar por influência de alguém da web? Hoje vou falar sobre os famosos influenciadores digitais.

Esses influenciadores possuem um baixo alcance se for comparados com os demais, mas a sua relevância é tão alta quanto. Seus conteúdos podem ser segmentados em um tema só, ou até mesmo em cima de certo produto.

Um exemplo de influenciadores de Ecossistema somos nós aqui do Ctrl Zeta, que fazemos conteúdo sobre diversos assuntos de tecnologia para vocês.

5. Trendsetters

São os líderes de causas e discussões, sendo autoridade em determinados assuntos, costumam ser os primeiros a defender seus pontos de vista pela web.

Eles geralmente são usados por empresas para reafirmar valores da sociedade. Apesar de que são muito poucos os influenciadores deste tipo que aceitam fazer propaganda para qualquer empresa.

6. Jornalistas

Esses influenciadores são os jornalistas que trabalham nas mídias tradicionais que já conhecemos. Eles possuem um alto alcance, porém, a ressonância e relevância dependem do seu conteúdo e também da mídia em que trabalham.

São influenciadores mais analíticos e podem trabalhar com as empresas trazendo informações inéditas sobre o mercado.

Um exemplo é o jornalista Ricardo Amorim que foi eleito em 2015 pela Forbes, como uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil.

7. Público interno

"<yoastmark

São os próprios funcionários de determinada empresa, e são eles que acabam por divulgar seu produto com amigos, familiares e pessoas que podem segui-los em redes sociais.

O alcance e ressonância deste influenciador pode ser baixo, mas tem uma alta relevância. Já que pela lógica, se o colaborador está divulgando o produto da empresa que trabalha, é porque é bom, não é mesmo?

Muitas empresas hoje investem em seus funcionários com políticas claras e planos de carreira pensando já na divulgação em que esse colaborador pode fazer de seu produto, muitas dão até brindes.

Seremos sempre influenciados?

Talvez a resposta disto já esteja na história do ser humano, sempre fomos influenciados e iremos continuar por muito tempo.

Antes da internet, éramos influenciados pela televisão, pelo rádio ou até mesmo pelos familiares. Mas agora o acesso a informação está mais fácil, principalmente para a “nova classe média” que agora consegue comprar mais do que antigamente.

Se um dia iremos parar de ser influenciados, só o tempo dirá. Também é difícil dizer se isso é bom ou ruim. Porque muitas pessoas se sentem muito melhores depois de comprar aquilo que seu ídolo tem.

Vou terminar por aqui porque o post já esta ficando um pouco grande. Prometo que em breve volto com este assunto trazendo mais sobre. Enquanto isso, fiquem com um vídeo que achei bem legal do canal Porta dos Fundos.

 

Revisado por: Romário Sergio

Caio Lourenço

Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Faculdade de Tecnologia de Carapicuíba