O que será que pensam de mim?

Hoje eu vou falar de como nós nos vemos, e como as pessoas que nos contratam nos vêem.

É impressionante como nossa visão sobre nós é sempre limitada e a visão dos contratantes é bem maior, mais detalhada e muitas vezes mais honesta sobre nós.

Hoje eu vou falar de como nós nos vemos, e como as pessoas que nos contrata nos vê. É impressionante como nossa visão sobre nós é sempre limitada e a visão dos contratantes é bem maior, mais detalhada e muitas vezes mais honesta sobre nós.Eu tenho participado de vários processos seletivos para meus clientes, buscando diversos profissionais de diversas áreas, e tenho notado que a maioria dos candidatos que nos enviam seus currículos nem sempre são 100% verdadeiros, pois acreditam que podem enganar os selecionadores que fazem as triagens das vagas.

É claro que nos primeiros momentos isso até que é possível devido ao grande número de currículos para uma única vaga, mas depois da triagem, vem a parte da verificação de dados, onde um outro profissional faz a averiguação das informações (é claro que estou falando de uma grande empresa, porque nas pequenas e médias empresas apenas um profissional faz esse trabalho todo).

Bom, é neste momento da verificação onde a “casa cai”, onde as empresas por onde você passou irão dizer como você trabalhava lá. Então se você escreveu no currículo que é proativo, por exemplo, e a pessoa da empresa na qual você trabalhou disser que você não passava de dinâmico, pronto!! Já é um motivo para eliminar seu currículo.

Hoje eu vou falar de como nós nos vemos, e como as pessoas que nos contrata nos vê. É impressionante como nossa visão sobre nós é sempre limitada e a visão dos contratantes é bem maior, mais detalhada e muitas vezes mais honesta sobre nós.

Mas o que eu vou falar mesmo está além desta dica sobre o currículo: é sobre a nossa visão contra a visão de quem nos contrata. O que as empresas, os selecionadores, psicólogos e recrutadores querem mesmo são novos colaboradores que tenham de fato todos os requisitos que a vaga pede.

Porém nossas atitudes e ações não estão de acordo com o que escrevemos nos currículos e com o que dizemos nas entrevistas, por esse motivo eu fiz uma lista sobre como nos vemos (O QUE FAZEMOS) e de como quem nos contrata nos vê (O QUE DEVEMOS FAZER), veja a seguir:

 Como nos vemos:                                                    Como as empresas nos vê:

– O QUE FAZEMOS                                                                         – O QUE DEVEMOS FAZER

                   Colocar a culpa nos outros                                                      Atribuir Responsabilidades

                                 Bajulação                                                                       Desenvolver Relacionamentos

                                 Adulação                                                                                Demonstrar Lealdade

                 Passar o problema para os outros                                                      Delegar Autoridade

                    Se defender dos ataques                                                                     Tomar Decisões

                            Gerar Conflitos                                                                Estimular Mudanças e Inovação

                           Fazer “panelinhas”                                                            Facilitar o trabalho em equipe

                             “Dedurar”                                                                                  Melhorar a Eficiência

                        Exceder nos atos                                                                        Ser Competente e Capaz

                         Ser Arrogante                                                                                    Ser Autoconfiante

                       Ser Oportunista                                                                                      Ser esperto

                       Ser Ambicioso                                                                       Mostrar preocupação com o outro

Hoje eu vou falar de como nós nos vemos, e como as pessoas que nos contrata nos vê. É impressionante como nossa visão sobre nós é sempre limitada e a visão dos contratantes é bem maior, mais detalhada e muitas vezes mais honesta sobre nós.Vejam que nem todos os casos somos exatamente assim, mas em muitos nós nos encaixamos perfeitamente, essa reflexão fará você ser mais verdadeiro consigo mesmo, e consequentemente terá mais chances nos processos seletivos.

Está aí, mais uma boa dica para você!

Pense nisso!

Neco Ribeiro

Formado em Artes Cênicas, Psicologia e PNL, Palestrante, Consultor, escritor, Coach e artista performático. É professor nas áreas de motivação e vendas no centro de formação do Sindicato dos Bancários do ABC em Santo André, trabalha como Ator performático(free lancer) pela empresa Um, Dois, feijão com arroz (www.umdois.com.br ) desde 1999 fazendo recreação, escultura com balões, telegramas animados, apresentador animado, mestre de cerimônia e performance artística. É gestor de RH na L3 CRM Consultoria(www.l3.com.br). Trabalha como consultor nas áreas de RH e Comercial desde 2008. Escreveu o livro “Ser Positivo” que está em sua segunda edição. E está prestes a terminar o novo livro de nome provisório “SUPERAÇÃO o X da questão”.