Assim como todo e qualquer tipo de formato ou padrão para determinada coisa, como é o Open Source, existe algum  órgão ou instituição que toma conta e gerencia tudo o que envolve aquela “coisa”. No caso do ‘código aberto’, essa instituição é a OSI – Open Source Initiative, que traduzida é a “Iniciativa de código aberto”.

A história começa no ano de 1998, quando Bruce Perens e Eric Raymond decidiram fundar a instituição. Mas a idéia da fundação já vinha há um ano, quando Eric publicou seu trabalho “A Catedral e o Bazar”, numa conferência onde haviam diversos participantes de abrangência mundial, como a NetScape por exemplo. Essa mesma empresa, teve um incentivo muito grande, feito pelo trabalho de Eric, em liberar o código-fonte do navegador mais popular da época, o NetScape Navigator.

Essa instituição, é uma organização que tem o propósito de promover o software de código aberto, a fim também, de aproximar as entidades que coordenam assuntos próximos ao Open Source, como o Free Software.

O principal objetivo da instituição é destacar e certificar as licenças que se encaixam no perfil do Open Source, fazendo também a sua divulgação, mostrando principalmente, as suas vantagens comerciais, tecnológicas e econômicas.

A OSI, possui um ideal de que o software é, acima de tudo, uma ferramenta, e que o mérito da mesma, deve ser avaliado baseado em critérios técnicos. Pensando assim, o software aberto, é economicamente mais eficiente e de melhor qualidade e, por esses motivos, deve ser incentivado e aplicado. A participação das empresas também é fundamental no bom funcionamento do Open Source, pois tudo que vem da área comercial, aumenta o desenvolvimento e o bom uso do código aberto.

Há dois anos, em 2012, a OSI anunciou uma mudança na sua forma de governo, fazendo com que os membros das mais famosas entidades de Open Source, pudessem ser incluídas como membros. Assim, elas não só possuem opinião nas atividades comerciais, como também tem o poder de eleger os novos diretores e conselheiros da OSI.

As empresas participantes mais famosas são: a Apache, Eclipse, Linux, Mozilla, KDE etc.

Sobre quem escreve

18, estudante de sistemas para internet. Fascinado por tecnologia e colunista do Ctrl Zeta!

Posts Relacionados

Deixar uma resposta

Seu email não será publicado