Divulgação: Periscope

Divulgação: Periscope

Periscope

Para aqueles que gostam de acompanhar e opinar sobre acontecimentos em tempo real, geralmente usam o Twitter. E se eu disser que agora é possível expandir essa atividade para videos ao vivo? É essa a intenção do Twitter ao lançar o Periscope, app gratuito que permite ao usuário transmitir filmagens ao vivo.

O Periscope foi comprado pelo Twitter por supostos US$ 100 milhões, em março de 2015. E foi relançado oficialmente em  26 de março de 2015 já sob a própria conta do Twitter na App Store para iOS,  em 26 de maio de 2015 para o Android.

Os serviços do Perisope estão disponíveis tanto em seu próprio app, como no Twitter, onde ele se integra com a rede social e avisa os seguidores do usuário sobre o início de uma transmissão. Quando o usuário faz login (com suas credenciais na rede social), o app verifica quais contatos também usam o serviço e mostra uma lista de vídeos publicados recentemente por eles, assim como as transmissões mais populares de pessoas não seguidas.

Usuários do Periscope podem escolher se  deseja ou não tornar público seu vídeo ou simplesmente visível para seus amigos ou família. O app, também, conta com sua versão de Like que são “corações” que os espectadores dão ao tocar a tela (mais uma forma de desvalorização). Na aba Pessoas, há uma lista de Mais Curtidas, que mostra os usuários que receberam o maior número de corações durante a transmissão em tempo real.

 

Divulgação: Periscope Web

Divulgação: Periscope Web

O Periscope anunciou que, a partir desta sexta-feira, 18, os usuários poderão contar com perfis na web no serviço de streaming.

“Com os perfis, os usuários poderão conferir as transmissões recentes de outras pessoas em suas contas. Em nota, o Periscope disse que acreditavam que o serviço precisava de uma “casa na web” e que esse lançamento é apenas o começo. “

O serviço na web é uma estratégia de aumentar a popularidade do Periscope, que bateu a marca de 10 milhões de usuários.

 

Sobre quem escreve

Posts Relacionados