No último dia 03 de dezembro, ocorreu na sede do Google/SP a 2ª Oficina PHPWomen + Google.

Eu estive lá pelo CtrlZeta para conferir o evento e tentar finalmente estreiar nesta poderosa linguagem de back-end.

Confesso que antes de ir, estava um pouco receoso devido o “escaldo” da minha última experiência em evento de PHP. Ao tentar encarar o Congresso do iMasters PHP Experience 2016 no dia 22 de março, apenas com firmes conhecimentos em linguagem C, não pude nem anotar a placa do caminhão.

PHPWomen

PHP -> amigo

Para não passar sozinho por essa experiência, convidei minha amiga e professora de inglês via Skype, Elaine Pereira, que ama tecnologia e está iniciando em linguagens de programação.

PHPWomen

Elaine e eu sendo atendidos. “Ganhamos” até McBooks!

O evento não é exclusivo para mulheres, mas prioriza a participação feminina o que é louvável diante de um universo inexplicavelmente dominado pela “machaiada”.

“Divulgamos os eventos prioritariamente em grupos femininos, porém existe sempre um número de vagas para homens.

A seleção dos pré-inscritos também é feita buscando pessoas que tenham real interesse tanto em aprender a linguagem quanto no evento como um todo” afirmou Ariana Kataoka

PHPWomen

Grupo multi-tudo (de bom)

Posso dizer que a experiência valeu, e muito! Tanto minha amiga quanto eu tivemos uma ótima experiência de iniciação em PHP.

O perfil dos participantes é bem variado tanto em questão de conhecimento de tecnologia quanto de profissão. Mas todos super interessados.

PHPWomen

Além de receber ajuda você é avaliado: Ex-participantes podem se tornar membros do grupo

A maior qualidade do evento que eu percebi foi o carinho e o cuidado que os monitores têm.

Além de ser uma relação de quase 1 monitor por participante, o que é muito útil em eventos de workshop, todos os monitores são extremamente participativos e preocupados em ajudar da melhor forma.

PHPWomen

Workshop pede suporte: aqui temos 5 monitores e 3 participantes na mesma foto. Muito legal!

Acredito que isto se deve ao que une o PHPWomen e faz ele ser o que é: paixão.

“O PHPWomen é formado por programadores que foram se conhecendo e que tiveram a ideia de formar um grupo para disseminar o PHP com foco no público feminino.

Não possuímos patrocinador fixo. Buscamos patrocínio para cada evento que realizamos e muitas vezes apelamos para a famosa “vaquinha” interna” – disse Thamara Hassel

 

PHPWomen

Coffee Break organizado e pago pelos próprios membros PHPWomen

Ao final, consegui o que estava buscando: estrear em PHP e conhecer pessoas super amigas e abertas. Só não foi melhor, pra mim, pois não pude ir no evento posterior – e talvez até mais importante: PHPWomen + Beer.

Mas outras Oficinas ainda virão!

PHPWomen

De quebra deu pra conhecer a sala de estar do Google/SP

 

Sobre quem escreve

Colunista

39 anos, Engenheiro Mecatrônico, Uber Partner e estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Fatec São Paulo. Curto esportes, games, internet, animais e meus amigos.

Posts Relacionados