A gente vive numa cultura em que o padrão é a monogamia, mas a famosa qualidade de vida se perde facilmente quando se é POLÍGAMO PROFISSIONAL.Olá, leitores do Zeta! A gente vive numa cultura em que o padrão é a monogamia. Apesar de ter bastante gente que não segue esse padrão, esse modelo continua sendo o mais comum.

Essa monogamia no universo de relacionamentos meio que se transpôs para o mercado de trabalho.

Você só pode ter uma profissão, uma paixão, uma coisa que sabe fazer. Isso veio lá da revolução industrial, onde cada um fazia um trabalho e pronto. Que Droga!!!!!

Todo mundo tem, pelo menos, um parente que trabalha ou trabalhou numa mesma empresa a vida toda, ralando feito um condenado e muitas vezes sem reconhecimento.

Mas isso têm mudado. Pela primeira vez, as pessoas começam a ter opções. O fenômeno da multipotencialidade começa a rolar…   É hora da Poligamia!

A gente vive numa cultura em que o padrão é a monogamia, mas a famosa qualidade de vida se perde facilmente quando se é POLÍGAMO PROFISSIONAL. A gente vive numa cultura em que o padrão é a monogamia, mas a famosa qualidade de vida se perde facilmente quando se é POLÍGAMO PROFISSIONAL.

Ter opções, apesar de parecer lindo, tem uma consequência forte.

No meu texto anterior, ESPECIALISTA OU GENERALISTA, informei que muitas empresas estão buscando gente que faz um monte de coisas ao mesmo tempo: o GENERALISTA. Mas isso tem mesmo uma consequência forte: falta de foco é uma delas, desgaste físico e mental, falta de tempo para si mesmo.

A famosa qualidade de vida se perde facilmente quando se é POLÍGAMO PROFISSIONAL.

Eu conheço um montão de gente que é esse tipo de profissional. O mercado tem os absorvido com bom grado; mas, ao meu ver, continua deixando sempre algo a desejar.

Mas, como Coach, para mim, não tem certo e nem errado. Esses profissionais tem é se dado muito bem, e graças aos seus vários talentos, se adaptam melhor em qualquer situação e por esse motivo são vistos como proativos e desapegados.

Você prefere Poligamia Profissional ou Monogamia Profissional?

A gente vive numa cultura em que o padrão é a monogamia, mas a famosa qualidade de vida se perde facilmente quando se é POLÍGAMO PROFISSIONAL.Deixei uma questão no texto anterior sobre o que seria melhor para você: GENERALISTA ou ESPECIALISTA, e disse que os especialistas estariam ainda melhor posicionados. Então, pergunto agora:

Você prefere Poligamia Profissional ou Monogamia Profissional? Hoje, eu estou pendendo para o lado do Polígamo.

Para vocês, leitores, verem que as opiniões mudam e muito, como tudo na vida.

Pensem nisso!

Abraços, Neco Ribeiro.

Sobre quem escreve

Colunista

Neco Ribeiro é Coach formado pela ACI – Academia de Coaching Integrativo, chancelado pela ALUBRAT – Associação Luso Brasileira de Transpessoal. Coordenador e Professor de Coaching no IBRESP – Instituto Brasileiro de estudos e Pesquisa. Professor Universitário na Pós-UNG – Universidade de Guarulhos, professor no Sindicato dos bancários do ABC. Autor do livro “Ser Positivo“, colunista no site Zeta e Palestrante em diversas áreas. Já atendeu mais de 300 clientes em processos de Coaching e obteve resultados surpreendentes. Autor do Projeto “Curar sua vida é mais simples do que você Pensa!” – Com aceitação de estudos dos Modelos mentais!

Posts Relacionados