Seja Positivo, POSITIVE-SE!

Muitos já sabem que eu sou autor do livro “Ser Positivo” (que já está em sua segunda edição, tendo vendido mais de 3.800 unidades em todo Brasil). Nele, eu procuro fazer uma viagem entre as palavras-chave para se ter positividade na vida e no dia-a-dia.

Falando com meu amigo Irineu Toledo, autor do livro “Feliz dia Novo” e, atualmente, um dos locutores do programa Positive-se na rádio Transamérica (que vai ao ar todos os dias das 5h às 7h da manhã), chegamos a algumas conclusões sobre esse SER POSITIVO, então resolvi discorrer um pouco mais sobre o assunto.

Todas as pessoas buscam o sucesso, e a pergunta é: O que é sucesso?

Para algumas pessoas, sucesso é dinheiro, poder, ascensão profissional, ter uma casa nova, um carro do ano, etc. Mas concluímos que nem sempre isso significa sucesso.

Muitas vezes, participar de uma conquista, mesmo não levando os louros da fama, é um sucesso tremendo. Pessoas que fazem parte de um todo, são pessoas de sucesso.

Estar vivo é um sucesso muitas vezes. E eu posso dar um montão de exemplos de sucesso que vocês leitores, vão achar que é verdade! E pode ser verdade mesmo, como também pode ser que não seja verdade para alguém.

Parece confuso, mas a vida é assim, um pouco confusa, porém cheia de delícias e obstáculos.

Pode parecer absurdo, mas tem muita gente que tem medo do sucesso.

São pessoas que tem tudo para vencer, serem notadas e prósperas, mas que ficam acuadas, com medo. Em vez de agirem proativamente, apenas reagem às circunstâncias, reclamando da má sorte e vendo, com desdém e uma pontinha de inveja, os outros se darem bem.

Para se obter o sucesso, primeiramente temos que perder o medo dele. É não ficar o tempo todo dizendo e repetindo  que o sucesso é  apenas para quem  “nasceu virado pra lua” e com a estrela da sorte na testa.

O sucesso está à disposição de todos os que buscam e trabalham para conquistá-lo. É óbvio que  é preciso disposição  e muito trabalho. É claro também que é preciso se livrar da inveja, que prestemos menos atenção no sucesso alheio e mais em si próprio.

Tempo ao tempo

Evidentemente, também é preciso dar tempo ao tempo, estar pronto para colaborar com os outros e criar condições para que a chamada “sorte” sorria da mesma forma para você. Entretanto, fazer parte do processo também é um grande sucesso.

Perder o medo do sucesso significa tudo isso e, principalmente, uma firme disposição para agir, para fazer as coisas até o fim, para prestar atenção nos detalhes, não deixar nada de lado. Aprender com os erros e acertos. E participar em comunidade.

O sucesso é uma via de duas mãos: você só será bem-sucedido se for capaz de reconhecer, aplaudir o sucesso dos outros e vibrar com ele. Os outros farão o mesmo com você e então haverá um conjunto de pessoas trabalhando, vibrando e torcendo por você.

Acredite nisso: sozinho, isolado, invejoso, você jamais terá êxito. Perca o medo do sucesso, fazendo o que é certo, e estando na direção certa.

Outra condição importante para o sucesso é pensar GRANDE, muita gente ainda pensa pequeno demais.

Sempre procuro ler sobre as grandes personalidades, sejam elas cientistas, políticos, empresários, religiosos, esportistas, etc. Acredito que possamos aprender com essas pessoas de sucesso, qual é a razão do sucesso delas.

Às vezes converso com algumas dessas pessoas e pergunto como venceram os seus desafios na vida.

Em todas as conversas, encontro algo em comum entre essas pessoas: elas sempre se recusaram a pensar pequeno. Elas se recusam a olhar para si mesmas como fracassadas, não sentem dó de si mesmas.

Sempre tem uma visão positiva dos acontecimentos. Conseguem encontrar nas crises as oportunidades. Elas acreditam nos outros e nas possibilidades, por menores que aparentemente sejam.

Elas têm sempre um ótimo humor e sabem rir de si próprias e dos erros que cometem.

Pensamento positivo

Positvo: pessoa fazendo sinal de okDiferentemente dos fracassados, que pensam pequeno e só conseguem enxergar a desgraça e o perigo, pessoas de sucesso parecem ter um verdadeiro entusiasmo pela vida.

Procuram muito mais “gostar do que fazem” do que viver preocupadas em “fazer o que gostam”. Elas são proativas em vez de reativas.

Vão à frente do seu tempo, acreditando, fazendo e transformando a realidade, por mais adversas que sejam as condições.

Enquanto os fracassados esperam, os positivos agem. Enquanto os fracassados se desesperam, os positivos acreditam mais.

Tenha o hábito de ler biografias de pessoas bem-sucedidas. Você verá que elas não têm sucesso por acaso. Elas se recusaram a aceitar o fracasso e a pensar pequeno.

Faça uma reflexão depois de ler ou ouvir essas histórias de sucesso, você tem pensado grande??

Outro fator importante para o sucesso é reforçar os pontos fortes e reconhecer o que precisa melhorar. Eu trabalho com Recursos Humanos há algum tempo e quando faço recrutamento e seleção, sempre fazemos entrevistas, e uma das perguntas que quase todos os selecionadores utilizam é:

Quais são seus pontos fortes? E quais são os que você precisa desenvolver ainda?

Fiz uma estatística para saber qual a pergunta que é mais fácil responder, os pontos fortes ou os a desenvolver? Mas obtive uma surpresa muito curiosa, segue o resultado abaixo:

Foram utilizadas 100 entrevistas de junho a setembro de 2017, para vagas de Tecnologia da Informação numa empresa de CRM na Paulista.

Dos candidatos que conseguiram responder:

  1. RESPONDERAM OS PONTOS FORTES COM FACILIDADE – 52%
  2. RESPONDERAM OS PONTOS A DESENVOLVER COM FACILIDADE – 28%
  3. NÃO CONSEGUEM RESPONDER – 20 %

A surpresa foi o número de candidatos que não conseguiu se quer fazer uma menção de um ponto forte de si próprio.

As empresas também querem resultados (sucesso), mas não avaliam seus pontos fortes e fracos.

Assim como as pessoas, toda empresa tem seus pontos fortes e fracos.

Assim como as pessoas as empresas precisam se preocupar com seus pontos frágeis.

O perigo está em concentrar-se demais nas fraquezas e esquecer-se dos pontos fortes.

Junto com seu pessoal, faça um diagnóstico dos pontos fortes e dos identificadores positivos da empresa. Faça esse exercício buscando relacionar identificadores aos pontos de vista: (a) dos clientes; (b) dos fornecedores; (c) dos seus colaboradores; (d) dos seus concorrentes; (e) da própria comunidade.

Depois, monte projetos e crie ações específicas com o objetivo de reforçar os pontos fortes da sua empresa. Se dedicar energia àquilo que já é bom e forte, essa energia vai se multiplicar rapidamente e levará positividade para as áreas frágeis da empresa.

Toda a empresa passará a trabalhar num clima mais motivado.

Se fizermos mais o que sabemos fazer melhor, tanto clientes quanto fornecedores e funcionários perceberão que estamos empenhados em ser excelentes naquilo em que já somos bons. Experimente.

E por último, e não menos importante da minha análise de sucesso, é a humildade.

Há uma grande confusão sobre o verdadeiro significado de “humildade”. Muitos pensam que ser humilde é ser subserviente, é não lutar pelos seus direitos, é ser bonzinho ou mesmo bobo. Há ainda pessoas que fazem tipo de humilde, claramente falso, pessoas que falam mal pelas costas.

Nada disso deve ser confundido com o verdadeiro sentido da humildade. Humildade é sinceridade. É respeito pelo próximo. É reconhecer o seu lugar e o dos outros. É ter ética. É não julgar as pessoas por nada.

Ouço que nas empresas falta humildade entre as pessoas. Os chefes cheios de si. Pensam que têm o rei na barriga e que, portanto, são donos da verdade. Os funcionários, por sua vez, descontam nos clientes a falta de competência e responsabilidade, não reconhecem quando falham, não sabem pedir desculpas pelo erro cometido.

Nada é pior que a arrogância no trato com os clientes. Empresas e pessoas arrogantes afastam de si pessoas, clientes e amigos.

A humildade de coração, faz as pessoas se aproximarem e os relacionamentos serem melhores, mais verdadeiros.

Como você é? Como seus amigos e colegas o classificam? Você sabe reconhecer quando erra? Aceita que outras pessoas tenham ideias melhores? Tem atitude de aprender, crescer, melhorar, de aperfeiçoar-se a cada dia? Pratique a humildade.

Por esses motivos eu acredito que o SER POSITIVO está nas suas atitudes, mudanças de modelos mentais fazem as pessoas serem melhores.

Então POSITIVE-SE, entre nessa rede positiva e leve ao próximo coisas boas.

Puxa! Escrevi muito novamente…

Pense nisso!!

Revisado por: Romário Sergio

Neco Ribeiro

Formado em Artes Cênicas, Psicologia e PNL, Palestrante, Consultor, escritor, Coach e artista performático. É professor nas áreas de motivação e vendas no centro de formação do Sindicato dos Bancários do ABC em Santo André, trabalha como Ator performático(free lancer) pela empresa Um, Dois, feijão com arroz (www.umdois.com.br ) desde 1999 fazendo recreação, escultura com balões, telegramas animados, apresentador animado, mestre de cerimônia e performance artística. É gestor de RH na L3 CRM Consultoria(www.l3.com.br). Trabalha como consultor nas áreas de RH e Comercial desde 2008. Escreveu o livro “Ser Positivo” que está em sua segunda edição. E está prestes a terminar o novo livro de nome provisório “SUPERAÇÃO o X da questão”.