O seu filho quer se tornar um youtuber? Você sabe o que fazer?

Se até alguns anos atrás as crianças brasileiras tinham o sonho de serem jogadores de futebol, isso mudou muito e a moda agora é ser youtuber.Se até alguns anos atrás as crianças brasileiras tinham o sonho de ser jogadoras de futebol, isso mudou muito e, agora, a moda é ser youtuber.

Com a chegada dos celulares e tablets nas casas das famílias, muitos jovens começaram a não só usar os aparelhos para jogos, mas também para assistir vídeos no youtube.

Milhares e milhares de canais estão surgindo diariamente no mundo inteiro, e os canais que tem como protagonista uma criança também estão em constante crescimento.

Hoje, existem diversas crianças na faixa de 6 a 14 anos de idade com canais próprios e produzindo conteúdo de altíssima qualidade, e por mais incrível que possa parecer, estão atingindo milhões de visualizações.

Os canais são dos mais variados tipos, desde jogos de vídeo game, esporte, até roupas e maquiagens.

Orientações para seu filho ser youtuber

Mesmo com o crescimento dos canais, os pais ainda devem ter muito cuidado quando seu filho menor de idade resolve ser youtuber. Existem diversas orientações que devem ser seguidas:

  • Sempre apoie seu filho e ajude-o na produção do conteúdo do canal.
  • Verifique a idade mínima para criar uma conta no Youtube, se a idade for inferior ao permitido, o canal pode ser denunciado.
  • Não permita que dados e hábitos pessoais de seus filhos sejam expostos nos vídeos.
  • Seus filhos irão receber críticas positivas e negativas, saiba ajuda-los a lidar com tudo isso.
  • Determine o tempo em que seus filhos irão gastar com o canal durante o dia para que isso não os atrapalhe nos estudos.
  • Faça com que os vídeos deles possuam atividades que eles gostem de realizar diariamente.
  • Atos ilícitos praticados por menores de idade poderão fazer com que os pais sejam responsabilizados civilmente, além de medidas socioeducativas para as crianças.

Essas são apenas algumas orientações que se você (pai/mãe) seguir, obterá sucesso com o canal do seu filho, mas lembre-se: existem diversas outras orientações.

Estudar sobre monetização no youtube, produção de conteúdo, marketing em mídias digitais também pode te ajudar bastante caso seu filho comece a ter muitos inscritos no canal.

Seu filho precisa de apoio!Se até alguns anos atrás as crianças brasileiras tinham o sonho de serem jogadores de futebol, isso mudou muito e a moda agora é ser youtuber.

Todo apoio será muito bem recebido para seu filho, pense que o que pode ser uma brincadeira, já está se tornando um trabalho para muitos jovens pelo país e incentivando outros a serem também.

Se hoje existem muitas crianças e jovens que estão bombando na internet, é porque os seus pais acreditaram e estão investindo no sonho do filho.

E nem precisa investir muita coisa não, com um tablet ou celular você consegue fazer as gravações e pelo computador com programas gratuitos a edição dos vídeos.

O seu filho como youtuber pode, além de se divertir fazendo brincadeiras para os vídeos, influenciar positivamente outras crianças.

Outro dia assisti uma palestra do Rafael Arty (especialista em monetização de mídias digitais) de quando ele trabalhou com o youtuber Felipe Neto, e acabaram recebendo diversos e-mails de mães.

Neste caso o youtuber não é mais uma criança, mas as mães enviavam o e-mail agradecendo pelo o que ele faz para as crianças, na qual elas (mães) ficavam felizes só de assistir a um canal com esse conteúdo.

Às vezes, a motivação do seu filho em estar fazendo o que ela gosta (que é gravar os vídeos) pode ser passada para outras crianças simplesmente por assistirem ele.

Então a minha dica aqui é que para que vocês apoiem os seus filhos se um dia eles quiserem se tornar youtuber.

Caio Lourenço

Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Faculdade de Tecnologia de Carapicuíba