Visa e a revolução dos meios de pagamentoEstive presente na palestra do Alessandro Rabelo, diretor de produtos da Visa Brasil. Ele é responsável pelo setor de Chip e Autenticação, também é responsável por todas as implementações dos produtos Visa com chip e de tecnologias de autenticação com ou sem cartões.

Visa é uma das empresas que mais vem investindo no mercado brasileiro e está inovando e melhorando cada vez mais seus serviços, evoluindo os seus cartões.

Para o desenvolvimento dos cartões os sistemas de pagamento também tiveram que evoluir. Foi aí que surgiu o termo “desconstrução do cartão”. Devido à isso, hoje em dia, nós temos os nossos cartões dentro dos nossos aparelhos celulares, a ideia da Visa é que os cartões estejam disponíveis através de diversos tipos de dispositivos, através da Internet das Coisas.

Sendo assim, em um futuro próximo você poderá ir com seu carro até um posto de gasolina e efetuar o pagamento pelo carro.

Mas… Como assim?

Simples: com a interação e a inovação da tecnologia, os carros com acesso a internet estarão com o seu cartão conectado, o frentista apenas irá colocar e tirar a bomba e o pagamento será feito automaticamente, em uma conversa entre o carro e a bomba de gasolina.

Alessandro ainda informa que, em outros países, projetos pilotos parecidos com este já vem sendo testados.

Visa Checkout e o Visa Token

O serviço do Checkout chegou com uma proposta de que os usuários não precisem mais digitar as suas informações todas as vezes que realizem uma compra online.

Com isto, os usuários podem realizar compras em diversos aplicativos diferentes apenas digitando o número do cartão Visa que as suas informações já estarão cadastradas. Este processo garante mais facilidade, rapidez e segurança ao usuário, já que as empresas que estarão aceitando são empresas parceiras.

Já o Token, fará a substituição dos tradicionais números de contas dos cartões por um número digital exclusivo para transações online e móveis, de forma que a compra fique mais segura para o usuário. Além de ser mais seguro no combate de fraldes, o Token também irá fazer com que os comerciantes armazenem somente o número do Token e não mais o número da conta do usuário.

O Visa Checkout e o Visa Token vieram para revolucionar os meios de pagamento, mas a equipe de desenvolvimento da empresa vem inovando cada vez mais e pedindo ajuda da comunidade.

Developer Platform Visa

Eles criaram o Developer Platform Visa: são conjuntos de API’s onde a empresa abriu sua rede de ferramentas para que os desenvolvedores contribuam com a evolução dos pagamentos.

O propósito é ter uma plataforma de desenvolvimento que tenha a interação de usuários do mundo todo e trabalhem em conjunto para resolverem desafios em Hackathons.

O projeto é uma ferramenta colaborativa onde a ideia é que cada vez mais novas comunidades estejam contribuindo para o desenvolvimento. Nesta ferramenta eles disponibilizam diversas API’s que eles utilizam em seus projetos internos com várias empresas, para que os usuários consigam desenvolver novas ideias.

Gostou? Basta acessar o site do Developer PlatForm Visa.

Hackathon de 24 horas na Campus Party

Além de ser uma das empresas patrocinadoras da Campus Party, a Visa Brasil lançou um desafio para os campuseiros, um Hackathon de 24 horas, para comemorar o primeiro ano do Developer Platform Visa.

Quem queria participar teve que realizar uma inscrição onde tiveram que informar sites, aplicativos e sistemas que eles já haviam desenvolvido.

Foram mais de 130 pessoas inscritas para participarem do desafio, porém, após uma seleção criteriosa, apenas 24 pessoas foram escolhidas e separadas em 6 times de 4 pessoas. O objetivo do desafio foi criar soluções digitais para os consumidores finais utilizando as APIs da Visa com base em suas experiências como usuários.

A premiação

Teve uma premiação para as três melhores equipes: a 1ª levou R$ 15 mil, a 2ª equipe levou R$ 7 mil e a 3ª levou R$ 3 mil.

Confira as melhores equipes:Visa e a revolução dos meios de pagamento

Em primeiro lugar ficou a equipe OnPay que utilizou duas APIs (Visa Checkout e Cybersource Payments) para desenvolver uma solução que permite aos usuários efetuarem reservas e pagamentos em restaurantes sem pegar filas ou interagir com garçons.

Em segundo lugar ficou a Pay365 que também utilizou as mesmas APIs que desenvolveram uma ferramenta capaz de poupar valores diários ou mensais para que os compradores adquirem bens de consumo no futuro.

A BotPay ficou em terceiro lugar e utilizaram o Visa Direct com integração com o Facebook Messenger, onde criaram um bot para o envio e recebimento de dinheiro pelo chat, sem precisar instalar qualquer outro aplicativo.

Assista agora o vídeo da Visa de como foi o Hackathon:

Sobre quem escreve

Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Faculdade de Tecnologia de Carapicuíba

Posts Relacionados